Marisa Lobo

  • O ser humano é criativo, por vezes suas criações são maravilhosas, por outras desastrosas. Se formos olhar para a história da humanidade, veremos uma biblioteca de criações humanas, e uma infinidade de filósofos, […]

    • Marisa Lobo você havia nos abandonado, está com a agenda tão lotada que esqueceu da gente aqui.

    • Primeiro que o deus hebreu deve ser bibolar, pois tem duas historias diferentes da origem do homem.
      Em gênesis 1 ele cria plantas e animais e finalmente o homem e a mulher ao mesmo tempo e pede para ambos transarem e povoar a terra.
      Em Genesis 2 os animais vieram depois, Adão lhes deu nome, Adão veio primeiro, depois a mulher feita da Costela, não lhe deu missão de procriar, isto só ocorreu por causa do bendito fruto proibido. Deve ser um deus sadomosoquista, cria o fruto, Avisa para que não seja comido, mas deixa a porta do paraiso aberta para o capeta. Qual a lógica, já que ele sabia o que ia ocorrer??

      Os cristãos sempre querem se apossar/adaptar conceitos do povo judeu, da mesma forma que a homossexualidade o celibato era mal visto, Paulo e Cristo e muitos religiosos celibatários estão contra a tal lei da criação.
      Na Biblia judaica não existe a palavra solteiro, tal vergonhoso era isto naquela cultura.
      fora que o adultério foi algo frequente naquela cultura, mesmo hoje os mulçumanos que bebe desta mesma fonte.
      No cristianismo sempre imperou a hipocrisia, as amantes sempre existiram, havia prostibulos até na idade média, há décadas o divorcio já e oficial na lei, desde Henrique VIII, igrejas evangelicas casam adulteros, rasgando em mil pedaços a tal frase: formemos uma só carne. Ou será diversas “carnes”???

      Estamos no século XXI, que tal hoje falarmos e exigirmos que a mulher fique calada e não ensine homens pois é vergonhoso segundo Paulo??

    • 20% dos casais são estéreis. o que vcs fazem com eles?? Pedem para divorciar e achar um parceiro/a fértil ??
      Por que vcs não focam do divorcio??? este sim que destroi as familias heteros tradicionais.
      Magno Malta se divorciou e casou com uma mulher mais jovem(que por acaso é divorciada de um pastor)
      Silas Malacheia, abençoou o casamento de Bolsonaro, que é divorciado 2 vezes
      Os gays sáo menos de 10%, não podem destruir 90%, o casamento gay, só muda a vida deles, para sua familia não muda nada.
      Com esta grande quantidade de adulteros nas suas igrejas e vcs ficam com esta papo de familia tradicional. Só se for tradicional da Arábia Saudita

    • Sandrinho, estudar a Bíblia não é só ler e tirar suas conclusões próprias, por ler a Bíblia superficialmente vemos um monte de heresias e abominações, gente abandonando a Fé etc., você deveria estudar mais profundamente antes de comentar, sendo você tão inteligente.

      A Bíblia é uma coleção de livros, com muitos personagens, e todos humanos (imperfeitos), Salomão não foi exceção. Não esconder os erros de Salomão faz parte da verdade bíblica, e só porque ele foi temente a Deus e sábio, não significa que era infalível, perfeito, e que nunca errasse.

      “O rei não deverá ter muitas mulheres, pois isso o levaria a abandonar a Deus. E também não ajuntará para si muita prata e ouro.” (Dt 17.17, BLH.)

      “Não contrairás matrimônio com os filhos dessas nações” (Dt 7.3; 2 Rs 11.2).

      “Não terás outros deuses diante de mim” (Êx 20.3)

      Esse era um mandamento da Lei. Salomão apesar de toda sua sabedoria (talvez julgasse que por ser tão sábio, não seria influenciado por suas mulheres, mas o exemplo dele mostrou que mesmo o mais sábio dos homens não deve ignorar a sabedoria de Deus).

      E qual foi o resultado?

      “E tinha setecentas mulheres, princesas, e trezentas concubinas; e suas mulheres lhe perverteram o coração.
      Porque sucedeu que, no tempo da velhice de Salomão, suas mulheres lhe perverteram o coração para seguir outros deuses; e o seu coração não era perfeito para com o Senhor seu Deus, como o coração de Davi, seu pai,
      Porque Salomão seguiu a Astarote, deusa dos sidônios, e Milcom, a abominação dos amonitas”. – 1 Reis 11:3-5

      A queda de um homem tão sábio é uma lição para todos nós, que não devemos achar que somos exceção, e nem nos tornar soberbos por coisa alguma, mesmo que da sabedoria.

    • Sandro, todos esses erros acontecem quando o homem se esquece que Deus não está de férias, e se sentam no trono dele.. (ou pensam que estão sentados ali). Quando você tira Deus da sua vida, quando ele deixa de ser o centro da sua vida e passa a ocupar lugares periféricos, o seu ego fica no centro, e Deus se torna um adorno, um objeto para obter poder, nome etc., se as igrejas tivessem Deus no centro de suas “vidas”, certamente considerariam que o amor de Cristo é maior do que divergências doutrinárias e coisas de homens. Mas não sou ninguém para julgar isso.

      Deus disse claramente que poupou Salomão por causa da promessa que fez a seu pai Davi. Mas isso tudo vendo do ponto de vista humano.

      Sandro, você está julgando de uma forma superficial. Se esqueceu que Deus julga o coração, e não a aparência. Você conhece o coração de Salomão, e o coração do velho que colhia lenha no Sábado? Sabendo da proibição e da pena de morte, depois de ver todas as maravilhas que Deus fez diante de todo o povo, que nunca lhes faltava nada, que Deus a tudo lhes supria, ele ainda sim desafiou a Lei de Deus diante de todos, assim como desafiou a liderança de Moisés. Você não conhece se a motivação do velho foi de rebeldia, ou incitar outros à rebeldia. Se não foi na inocência que ele fez isso, mas em um claro desafio a Deus. Ou se a motivação de seu coração foi ainda pior. Quem poderá dizer? Eu e você só podemos julgar o que lemos, nem sabemos os pormenores do caso, como então podemos dizer que Deus foi injusto em seu julgamento?

      Além disso, porque alguém morreu fisicamente, não significa que Deus o tenha condenado (o velho ou Salomão). Jesus ensinou que essa morte não significa nada, assim como essa vida não significa nada. Só existe vida enquanto você está consciente da vida, depois você se torna uma lembrança para os que ainda estão vivos, mas em breve somente um nome, e em breve não passará de ilusão. A única vida que existe é a que Deus sustenta, a que pode se lembrar e ter consciência de si mesma, e são as pessoas que terão essa vida que realmente vivem, o resto se perderá nos bilhões de anos da existência do Universo. Se o velho ou Salomão, ou ambos, viverão, só Deus sabe.

      Eu já passei da fase de leituras de Nietzshe, Schopenhauer, Dawkins, Carl Sagan, etc., mas eu só estava procurando ler coisas para fundamentar o que já estava decidido em meu coração (não andar segundo os caminhos de Deus). Mas essa foi a minha experiência pessoal. Aprendi sobre a origem das religiões cananéias, da linguagem semítica, crítica textual, nunca fui ignorante acerca dessas coisas (e para ver, quem me vê superficialmente, acha que sou uma jovem fútil e vaidosa, não conhecem a minha mente e o meu coração).

      Hoje eu sei o meu Caminho, não preciso de nenhum homem para me ensinar ou me trazer alívio, e não necessariamente o meu Caminho é o melhor para você. Você tem que buscar o seu próprio Caminho Sandro, suas experiências são únicas e o seu coração bom, ouça Deus porque nenhum homem, religioso ou não, pode te indicar o seu Caminho, porque cada um tem seu próprio Caminho. Não procure fazer as igrejas te aceitarem, não se preocupe com o julgamento de homens, eles te julgam como você julga o velho e Salomão, apenas pelo que vêem por fora, por seus preconceitos e convicções petrificadas.

      A Bíblia é muito mais profunda do que imagina, mas infelizmente seus conhecimentos mais profundos não estão acessíveis a todos, para que o homem não se glorie diante de Deus, mas Deus os revela a quem se achegar com humildade, porque ele julga o coração, e não as aparências.

      Bjocas..

      • Só para que não pense que me julgo alguém que conhece os “segredos profundos da Bíblia”, saiba que eles não pertencem a nenhum homem. A sabedoria de Deus não é como um tesouro que você pega, guarda em seu cofre e toma posse. É como uma fonte de águas vivas, e você é como um jarro, ela não te pertence. Ela jorra para seu jarro, e você precisa compartilhar sua luz com outros, para que seu jarro possa ser novamente preenchido no dia seguinte. Se você não compartilha, a água fica estagnada e perde a vida. Se seu jarro começa a ter rachaduras, a água que jorra em seu jarro se perde. Isso significa que você pode estar cheio da sabedoria de Deus hoje, e amanhã não ter nada mais que água estagnada. Salomão já foi um jarro que transbordava águas vivas, mas não no final da sua vida.

        O que tenho hoje posso não ter mais amanhã, tenho humildade para saber que nenhum conhecimento me pertence, mas tento compartilhar o pouquito que tenho rs.. assim como você compartilha muito conosco aqui.

        Bjos

      • Sandro,

        1º) Como expliquei acima, Salomão ser o homem mais sábio não significa que ele era isento de cometer erros. Vou dar exemplo para ver se fica mais “fácil” de você entender:

        – Sandro é a pessoa mais pacífica desse site.

        Isso não significa que você nunca vai se irritar, que um dia você não pode falhar e se irritar. Eu estou usando como parâmetro de comparação as outras pessoas do site, e não um padrão absoluto.

        Salomão entre os homens (esse é o parâmetro de comparação) foi o mais sábio, mas nunca deve ser comparado a Jesus, ou a um anjo (esses sim, tem a capacidade de nunca falharem).

        Se Salomão tivesse morrido sem nunca falhar, eu diria que não estamos falando de um homem, mas de um anjo ou coisa parecida.

        2º) Você deveria conhecer a “Lei” antes de falar do julgamento de Deus. A violação do Sábado tinha prevista a condenação à morte, a poligamia não (nem havia condenação), portanto, Deus executou as penas previstas conforme a sua “Lei”. Estude melhor antes de julgar.

        Quanto a Arão, ele apenas atendeu ao apelo do povo. Ele não idolatrou o bezerro de ouro. Somente os que haviam idolatrado o bezerro foram mortos, de mais de 600.000 pessoas (sem contar mulheres e crianças), apenas 3.000 homens idolatraram o bezerro e foram mortas.

        Ele desrespeitou um mandamento que não tinha como condenação a morte (construir imagens). Já a idolatria é um pecado cuja condenação era a morte.

        É como comparar um adúltero (cuja condenação é a morte), com alguém que cobiça a mulher do próximo (cuja condenação não é a morte).

        Por que Arão atendeu ao apelo do povo, certamente não vale a pena lhe explicar, não antes de você aprender a beber leite (espiritualmente falando).

        Bjos

  • A pornografia sempre existiu é fato, e nem precisamos consultar a história para sabermos disso, ao longo dos capítulos a própria bíblica nos relata histórias de orgias, pornografia e prostituição e mostra como […]

  • Em dezembro todo o mundo se voltou para uma dura realidade: a de que uma das piores doenças de todos os tempos, sobretudo por ser transmitida pelo sexo, a AIDS, avança no mundo inteiro, principalmente entre homens […]

    • aberrações gays. continuem a transar sem camisinha por favor. Espalhem a aids e outras doenças que vocês carregam entre si. Vou comemorar bastante o dia que você não existirem mais por se auto destruirem kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. vai ser um novo dia da independencia para o mundo.

    • Nenhum filho meu jamais ouvirá de minha boca nenhum incentivo a prática de sexo desenfreado. Aliás, eu o oriento a iniciar sua vida sexual somente após o casamento.

      Do mesmo jeito, se eu tivesse uma filha, jamais a orientaria a andar com preservativos em sua bolsa, pois também ela seria orientada a iniciar sua vida sexual somente após o casamento! Pode me chamar de “reacionário”, “absoleto” e outras baboseiras mais, prefiro ser taxado de antiquado ao ver meus filhos destruindo suas vidas.

    • Eu te respondo. Mesmo não vendo nenhuma clareza e objetividade no que escreveste. Mas essa discussão poderia ser evitada se a humanidade compreendesse que sexo fora do casamento é fornicação e fornicação é pecado. E como DEUS não se deixa escarnecer, ele declara: ” O salário do pecado é a morte.” Agora, se sexo hetero fora do casamento é pecado, quanto mais o ” falo no esfincter”.
      Não deve o homem, emmomento algum, jogar sua lança no esgoto. E não importa o sexo. Em defesa da vida, da justiça e da verdade.

    • Elder meu comentário é em resposta ao Sandro.

    • aberrações gays. continuem a transar sem camisinha por favor. Espalhem a aids e outras doenças que vocês carregam entre si. Vou comemorar bastante o dia que você não existirem mais por se auto destruirem kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. vai ser um novo dia da independencia para o mundo.

    • Sandro

      Então faz o seguinte; conteste os números! Ou não enxerga a quantidade de jovens que se entregam ao sexo de qualquer forma, muitas vezes sem sequer conhecer o parceiro(a)?

      É pela falta de orientação sexual dos pais, que a juventude está aí, crianças gerando crianças, e em alguns casos, jovens gestantes que sequer sabem quem é o pai da criança!

      Não me venha com essa conversa fiada de: “O sexual antes do casamento é para os jovens importante até para que o casal se conheça melhor e não haja uma grande decepção após o casamento.”

      Isso é balela! Desculpa para incentivar os jovens a viverem sem limites, e esconder deles a verdade de que eles mesmos, juntamente com os inocentes que virão ao mundo sem a mínima culpa, arcarão com as consequências de seus atos irresponsáveis!

      Se eu fosse você sentiria vergonha de incentivar tais atitudes!

    • E voce acha que só o seu conselho de velho babão vai segurar ??

      Jovens são loucos pra transar, não tem conselho de pai que segure-os .

    • Felipe

      O meu conselho de “velho babão” podem não segurar, mas em relação aos meus filhos, eles estão conscientes do que é certo e errado.

      E ao contrário do que você pensa, nem todo jovem tem a mente imunda como a sua que confunde sexo com imundície!

    • Se voce , o velho babão, quer acreditar nisso, é um direito seu .
      Afinal, voces acreditam até em serpente falante . . . . .

    • Agora, segundo os médicos, preservativos ainda são a melhor solução.

    • Felipe

      Existe uma vantagem em ser um, segundo você, “velho babão”, pois ao contrário de vocês, dificilmente morreremos de AIDS!

    • Janio

      Você não passa de um coitado, digno de pena.

      Faz o seguinte, vai se tratar além de viado(que por si só já é uma desgraça!), ainda com problemas mentais!

      Os manicômios não estão lotados, procure uma vaga que você encontra.

  • As ações que um ser humano tem, nos seus primeiros anos de vida, são pura e simplesmente direcionadas para a satisfação imediata dos instintos de frio, fome, sede, evitar as dores, evitar luz e ruídos fortes, […]

  • Fui convidada para participar de um debate sobre violência contra mulher, e ouvi tantos absurdos que tenho que comentar com meus leitores.

    Semana passada estive na PUC-PR, debatendo com ativistas sobre a […]

  • Leia a parte 1 aqui e a parte 2 aqui.

    Morte do pai do Comunismo

    Marx morreu em desespero, como todos os satanistas. Em 25 de maio de 1883 ele escreveu a Engels: “Como a vida é insípida e vazia, mas como é […]

    • Vergonha Alheia da Loba
      Ela consegue se superar a cada dia
      não sei o que é pior, ler as pérolas da Loba ou os crentes achando tudo lindo
      putz grilla, que gente tosca . . . .

    • siquer ???

  • Esse artigo é uma continuação direta de outro artigo. Leia aqui.

    Karl Marx não era ateu e sim satanista

    A afirmação é o autor do livro “Era Karl Marx Um Satanista?”. Essencial afirmar, enfaticamente, que Marx e seus colegas, enquanto anti-Deus, não eram ateus, como os marxistas atuais descrevem a si próprios. Isto é, enquanto denunciavam e ultrajavam abertamente a Deus, odiavam um Deus em quem acreditavam. Sua existência não é posta em dúvida; Sua supremacia, sim.

    “Quando a revolução comunista irrompeu em Paris em 1871, o Camarada Flourence declarou: ‘Nosso inimigo é Deus. O ódio a Deus é o princípio da sabedoria’” (“Filosofia do Comunismo”, Charles Boyer, Fordham Umversity Press, N. York, 1952).

    Marx elogiava muito os “camaradas” que proclamavam abertamente este propósito.

    “Com desdém lançarei meu desafio Bem na face do mundo, E verei o colapso desse pigmeu gigante, cuja queda não extinguirá meu ardor. Então vagarei semelhante a um deus, vitorioso, pelas ruínas do mundo, e, dando às minhas palavras uma força dinâmica, sentir-me-ei igual ao Criador.” (Marx antes do Marxismo, tradução de D. McLellan, MacMillan)

    Marx adotou o satanismo após uma luta interior. Os poemas foram terminados em um período de grave enfermidade, o resultado dessa tempestade em seu coração. Nessa época ele escreve sobre seu “desgosto em ter de fazer um ídolo de uma teoria que detesta. Ele está doente”. (idem)

    Maldição familiar de Karl Marx

    O motivo dominante da conversão de Marx ao comunismo aparece claramente em uma carta de seu amigo George Jung para Ruge. Não é a emancipação do proletariado, nem o estabelecimento de uma melhor ordem social. Jung escreve: “Se Marx, Bruno Bauer e Feuerbach se unissem para fundar uma revisão político-teológica, Deus faria bem em cercar-se de todos os Seus anjos e abandonar-se à autocomiseração, pois estes três certamente iriam expulsá-lo do céu…” (Citação de MacLellan, ver acima). Todos os satanistas ativos destruíram vidas. O mesmo sucedeu com Marx.

    Família de Karl Marx

    K. Marx – “Um Psicograma” (Europa-Verlag, Zurich, 1966), conta-nos o tipo de vida de Marx que levou ao suicídio duas filhas e um genro. Três crianças morreram de subnutrição. Sua filha Laura, casada com o socialista Laforgue, também sepultou três de seus filhos. Em seguida, ela e o marido suicidaram-se. Outra filha, Eleanor, decidiu fazer o mesmo, junto com o marido. Ela morreu. Ele voltou atrás no último minuto. As famílias dos satanistas estão sob maldição. Mais tarde teve um filho com a empregada e colocou o nome de Engels, que igualmente era cristão no começo de sua vida, e deixou de ser quando se envolveu com comunismo, sua desconversão ao cristianismo foi dolorosa.

    O homem que convenceu Engels (seu melhor amigo que o introduziu no comunismo) a tornar-se comunista foi o mesmo Moses Hess que antes convencera Marx. Hess escreveu, após encontrar-se com Engels em Cologne: “Ele separou-se de mim como um comunista super zeloso. É assim que eu produzo devastação.” (Moses Hess, Obras Selecionadas, Publishing House Joseph Melzer, Cologne, 1962).

    “Eu produzo devastação”. Era este o propósito supremo da vida de Hess? É também o de Lúcifer.

    Engels estava plenamente consciente do perigo satanista.

    Em seu livro “Schelling, o Filósofo em Cristo”, Engels escreveu:

    Karl Marx e seu amigo pessoal Engels

    “Desde a terrível Revolução Francesa, um espírito inteiramente novo e demoníaco entrou em grande parte da humanidade, e o ateísmo levanta sua audaciosa cabeça de um modo tão desavergonhado e insidioso que poder-se-ia pensar que as profecias das Escrituras estão agora cumpridas. Vejamos primeiramente o que as Escrituras dizem quanto ao ateísmo dos últimos tempos. O Senhor Jesus diz em Mat. 24: 1 l a 13: ‘Levantar-se-ão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos. E, por se multiplicar a iniquidade, o amor se esfriará em quase todos. Aquele, porém, que perseverar até o fim, esse será salvo. E será pregado este evangelho do reino por todo o mundo para testemunho a todas as nações. Então virá o fim’ E no versículo 24: ‘Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas operando grandes sinais e prodígios para enganar, se possível, os próprios eleitos.’ E São Paulo diz, em II Tess. 2:3: ‘Será revelado o homem da iniquidade, o filho da perdição, o qual se opõe e se levanta contra tudo o que se chama Deus, ou objeto de culto… (o aparecimento do iníquo) é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios da mentira, e com todo o engano de injustiça aos que perecem, porque não acolheram o amor da verdade para serem salvos. É por este motivo, pois, que Deus lhes manda a operação do erro, para darem crédito à mentira; a fim de serem julgados todos quantos não deram crédito à verdade; antes, pelo contrário, deleitaram-se com a injustiça.’“

    E assim por diante, Engels cita escritura após escritura, tal como o mais convicto dos teólogos teria feito. Ele continua: “Não temos mais indiferença ou frieza em relação ao Senhor. Não, é uma inimizade aberta, declarada, e no lugar de todas as seitas e partidos temos agora apenas dois: cristãos e anticristãos… Vemos os falsos profetas entre nós… Eles circulam pela Alemanha, e querem introduzir-se em toda parte; divulgam seus ensinos satânicos nas praças e carregam a bandeira do diabo de uma cidade para outra, seduzindo a pobre juventude, a fim de lançá-la no mais profundo abismo de inferno e morte.” Ele termina o seu livro com as palavras do Apocalipse:

    “Venho sem demora. Conserva o que tens, para que ninguém tome a tua coroa. Amém.” (Marx-Engels, 1ª edição Crítico – histórica completa, ver Citação anterior)

    O homem que escreveu tais poemas e advertências contra o satanismo, o homem que orou com lágrimas para guardar-se desse perigo, o homem que reconheceu que Marx era possuído de mil demônios, torna-se o maior colaborador de Marx na luta demoníaca “para abolir toda religião e todos os costumes”. (“O Manifesto Comunista”, de Marx e Engels). A teologia liberal (BAUER) fez isso. Ela compartilha com Marx e Engels a culpa pelos milhares de inocentes mortos pelo comunismo.

    O Comunista Marx não era ateu, era satanista. Ele fazia preleções sobre assuntos como “Perversidade de Deus” (exatamente como agem os adeptos de Satã). Ao contrário dos ateístas, eles não negam a existência de Deus, a não ser para enganar a outros; eles sabem de Sua existência, porém descrevem-no como perverso.

    Outra ligação importante para confirmar a ligação de Karl Marx com o satanismo é a relação do marxismo e a teosofia, que não é acidental. A teosofia divulgou no Ocidente a doutrina indiana da não existência de uma alma individual. O que a teosofia realiza através da persuasão o marxismo realiza através do poder do chicote. Despersonaliza os homens, transformando-os em robôs submissos ao Estado.

    No Manifesto Comunista, Marx expressou seu desejo de abolir todas as religiões, o que se supõe incluiria também a eliminação do culto satanista. Contudo, sua esposa refere-se a ele como sumo sacerdote e bispo. De qual religião? A única religião europeia que tem sumos sacerdotes é a satanista. Que cartas pastorais teria escrito ele, um homem tido por ateísta? Onde estão essas cartas? Há uma parte da vida de Marx que não foi pesquisada. Alguns biógrafos de Marx poderiam ter certa intuição quanto ao relacionamento entre a adoração ao diabo e o assunto tratado em seus livros. Não possuindo, porém, o necessário discernimento espiritual, não podiam entender os fatos que tinham ante os olhos. Contudo, o testemunho deles é interessante. O marxista Franz Mehring escreveu em seu livro “Karl Marx” (G. Allen; Unwin Ltd., Londres, 1936): “Embora o pai de Karl Marx tenha falecido alguns dias após o vigésimo aniversário de seu filho, ele parece ter observado, com secreta apreensão, o demônio em seu filho predileto… Fleury. Marx não imaginou, e nem poderia ter imaginado, que o rico cabedal de cultura burguesa que ele transmitira a seu filho Karl, como uma valiosa herança para a vida, contribuiria apenas para libertar o demônio que ele temia”.
    <— Primera Parte                                                                                          Terceira Parte —>

    • Excelente matéria. Ajuou muito e vou averiguar documentos, etc.

      Grato

      Di Leu

    • Sim. Onde está a terceira parte, não copnsigo acessá-la.

      Paz

      Di Leu

    • não sei o que é pior, ler essas asneiras da Loba ou ler elogios de seus seguidores lunáticos
      aleandra, voce tá mais pra aleANTA

    • e a Loba ainda tem coragem de dizer que faz prevenção ao bulying
      hahahaha
      essa é demais pra minha cabeça

      Essa mulher espalha ódio e preconceito, já apoiou até textos do site Homem de Bem, site que fazia apologia a estupro corretivo e ao assassinato de homossexuais e agora quer fazer prevenção ao bulying ???

      o inferno te espera Marisa Loba

    • não não não,
      não estamos aqui porque gostamos da Loba, isso voce pode ter certexza

      voce deve achar que todo mundo é tonto igual a voce

  • Nos últimos séculos, temos ouvido falar em comunismo/socialismo, capitalismo, esquerda, partidos totalitários, classe dominante, proletariado e outros termos similares. Brigas intermináveis, no campo das ideias, entre grupos militantes políticos/ideológicos e religiosos nos induzem a crer que estamos em meio a uma guerra de ideias e ideais, que visa claramente à perseguição, principalmente, ao cristianismo.

    E, em meio esta confusão, um personagem muito polêmico, que é odiado por uns e amados por outros, tem sido usado e citado em discursos inflamados a favor da liberdade de pensamento e dos direitos humanos. Karl Marx, conhecido como o pai do comunismo e autor do manifesto comunista, conquistou o mundo afirmando ter a resposta quanto a ajudar os famintos, necessitados e oprimidos sobre a terra; querendo fazer uma crítica a Deus, pois satirizava o fato de Jesus ter a resposta para se chegar ao céu.

    Karl Marx, o filósofo da revolução

    O pensador alemão, que era considerado um dos mais influentes de todos os tempos, investigou a mecânica do capitalismo e previu que o sistema seria superado pela emancipação dos trabalhadores. Muitas ideias de Marx foram produtivas, sim, e aproveitadas hoje principalmente na educação e psicologia. Porém, as interpretações são diversas, feitas conforme a subjetividade e interesses de cada um. Marx que dizia lutar contra a alienação das mentes, na verdade criou um movimento alienante pelo total proselitismo ideológico, disfarçado de direitos humanos dignos. Muitas guerras, perseguições e injustiças sociais se devem a este movimento (o tiro saiu muitas vezes pela culatra).

    Revolução Francesa 20 mil mortes, 38 mil prisões e 7 mil deportações.  

    Dois momentos da história europeia foram vividos por Marx intensamente e tiveram importantes reflexos em sua obra: as revoltas antimonárquicas de 1848 – na Itália, na França, na Alemanha e na Áustria – e a Comuna de Paris que, durante pouco mais de três meses em 1871, levou os operários ao poder, influenciados pelas ideias do próprio Marx. A insurreição acabou reprimida, com um saldo de 20 mil mortes, 38 mil prisões e 7 mil deportações. http://revistaescola.abril.com.br/historia/pratica-pedagogica/karl-marx-filosofo-revolucao-428135.shtml?page=3

    No início de sua vida o comunista, Marx era dominado por uma ideia: como ajudar as massas exploradas. O que as empobrece, afirmava ele, é o capitalismo. A utopia de Karl Marx incluía, além de direitos trabalhistas justos, remuneração conforme suas necessidades, divisão de bens igualitária, sem governo, nem guerras, nem revolução; sem injustiças sociais, etc., um país das maravilhas. Com esse pensamento, promoveu uma grande guerra, não apenas entre as classes, mas individual; pois perseguir um sonho de “liberdade” sem limites, sem regras e sem controle, gera uma prisão interior e uma insatisfação. Gera frustração por nunca conseguir atingir o objetivo.

    Ele passou esta ideia para uma população massacrada por uma classe dominante e rica que ele chamava burguesia capitalista. Para conseguir este feito, segundo ele, era necessário muito mais que destruir essa classe (capitalista), era necessário destruir todas as religiões que traziam uma felicidade ilusória. Marx afirmava que com a extinção da religião, da fé e de Deus que impregnavam a mente das pessoas, o ser humano faria um retorno a uma felicidade mais real. Abandonar Deus era condição para se chegar a esta felicidade. “A crítica à religião é, portanto, a crítica a este vale de lágrimas do qual a religião é a auréola.” (Introdução a Crítica à Filosofia da Lei, de Hegel).

    Karl Marx passou para o mundo essa ideia de que, para realizar o ideal comunista de sociedade justa, era necessário abandonar a Deus, pois somente o comunismo tinha a resposta para o mundo. Marx foi um dos principais responsáveis por colocar o mundo dos pensadores e filósofos contra as igrejas, e contou com o fato histórico de que a igreja cristã, em seus primórdios, andava lado a lado com os exploradores do mundo. Só não comentavam seus adeptos que ele era rico e de família abastada, ou seja, da burguesia capitalista. Hipocrisia.

    O marxismo impressiona a opinião pública por causa do seu sucesso, mas o sucesso não prova coisa alguma O sucesso não confirma somente a verdade, mas também o erro, e muitos erros foram cometidos em nome desse ideal de sociedade justa sem Deus e sem religião. (sic)

    O que poucos conhecem e divulgam é que Karl Marx era, no começo de sua história, um Cristão, tendo chegado inclusive a escrever uma grande obra literária de 10 volumes onde declarava sua fé. Nessa obra lemos estas lindas palavras:

    Através do amor de Cristo, voltamos nossos corações ao mesmo tempo para nossos irmãos que intimamente são ligados a nós e pelos quais Ele deu-Se a Si mesmo em sacrifício.” (“Marx e Engels”, Obras Reunidas, l0 volume – Internacional Publishers, New York, 1974 ).

    Cristo aparece nos escritos de Marx muito tempo após ele haver se transformado em um fervoroso militante contra a religião. Até mesmo em um confuso livro sobre economia e política como “O Capital”, no qual reflexões sobre religião são de pouca importância, o maduro e antirreligioso Marx escreveu, totalmente fora do contexto:

    O cristianismo, com seu culto do homem abstrato, mais especificamente em seus desenvolvimentos burgueses, protestantismo, deísmo, etc., é a forma de religião mais conveniente.” (Capítulo 1, seção IV)

    Lembremo-nos, Marx começou como um crente cristão.

    “Seu conhecimento da fé e moral cristãs é bastante claro e bem fundamentado. Até certo ponto conhece também a história da igreja cristã.” (Arquivo para a história do socialismo e movimento dos trabalhadores, 1925, na Alemanha).

    Mas, depois do magistério, algo misterioso acontece na vida de Marx, que o tornou antirreligioso. Ele escreve em um poema: “Desejo vingar-me d’Aquele que governa lá em cima”.

    Karl Marx era filho de família rica, não passou necessidade, não teve sofrimentos nem frustrações, aparentemente, com sua família Porém, foi acometido por uma rebelião contra Deus, e contra a religião, de difícil compreensão. Não era a defesa da laicidade que pregava e sim, claramente, contra Deus. Não era um descrédito de um mito, mas uma clara oposição a Alguém que ele sabia que existia e resolveu lutar contra. Um jovem que sonhava com justiça social e amor ao próximo, um jovem cheio de sonhos, como poderia ter agora declarações tão pessimistas e tão revoltantes contra um Deus que ele dizia amar e conhecer?

    “Assim um deus tirou de mim tudo na maldição e suplício do destino. Todos os seus mundos foram-se, sem retorno! Nada me restou a não ser a vingança! “Meu desejo é me construir um trono. Seu topo seria frio e gigantesco. Sua fortaleza seria o medo sobre-humano. E a negra dor seria seu general. Quem olhar para ele com olhar são voltará mortalmente pálido e silencioso, arrebatado por cega e fria morte. Possa a sua felicidade preparar-lhe o seu túmulo.” (Karl Marx, Obras Reunidas, Vol. I, N. York, International Publishers, 1974)

    Existe um drama pouco conhecido, que ele compôs também durante seus anos de estudante. Chama-se “Oulanem”.

    Caracteristicamente, “Oulanem” é uma inversão de um nome santo: é um anagrama de Emanuel, nome bíblico para Jesus, que em hebraico significa “Deus conosco”. Tais inversões de nomes são consideradas eficazes na magia negra. Somente poderemos compreender o drama Oulanem, se ouvirmos primeiro a estranha confissão feita por Marx em um poema intitulado “O Violinista”, mais tarde declamado tanto por ele como pelos seus seguidores:

    “‘Os vapores infernais elevam-se e enchem o cérebro, até que eu enlouqueça e meu coração seja totalmente mudado. Vê esta espada? O príncipe das trevas vendeu-a para mim’. Estas linhas ganham significado quando se sabe que nos rituais de iniciação superior dos cultos satânicos é vendida ao candidato uma espada ‘encantada’ que assegura o sucesso. Ele paga por ela assinando, com o sangue tirado dos pulsos, um pacto segundo o qual sua alma pertencerá a Satanás após a morte”.

    Werner Blumenberg, em seu livro Retrato de Marx, cita uma carta escrita pelo pai de Marx a seu filho, em 2 de março de 1837: “O seu progresso, a preciosa segurança de ver seu nome tornar-se um dia muito famoso e o seu bem-estar material não são os únicos desejos do meu coração. Estas foram ilusões que alimentei por longo tempo, mas posso assegurar-lhe que a sua realização não me teria tornado feliz. Somente se o seu coração permanecer puro e humano, e se nenhum demônio for capaz de afastar seu coração dos melhores sentimentos, somente então eu serei feliz.”

    Em seu poema “A Donzela Pálida”, ele escreve:

    “‘Assim, eu perdi o direito ao céu, Sei disso perfeitamente. Minha alma, outrora fiel a Deus, Está destinada ao inferno’. Não é necessário qualquer comentário. Marx começara com ambições artísticas.

    Seus poemas e dramas são importantes para revelar o estado de seu coração, de seu espírito, mas, não tendo valor literário, não receberam qualquer reconhecimento (sic). Marx abandonou a poesia por um ideal revolucionário em nome de Satanás, contra uma sociedade que não apreciou seus poemas, uma tradição judaica que o rejeitou. Começou então nessa fase uma rebelião total contra Deus. Ele disse ‘Eu nutro ódio contra todos os deuses’.”

    Sua filha Eleanor escreveu um livro chamado “O Mouro e o General, Recordações de Marx e Engels” (Dietz Publishing House, Berlim,1964). Neste livro ela conta as estórias horripilantes que ele contava amedrontando suas duas irmãs pequenas, sempre com conteúdo satânico. Estórias de pacto com o demônio.

    O biógrafo de Marx escreve: “Pode haver muito poucas dúvidas quanto ao fato de que aquelas estórias intermináveis eram autobiográficas… Ele tinha o ponto de vista do diabo quanto ao mundo e a maldade do diabo. Às vezes, ele parecia reconhecer que estava executando obras do mal”.

    Marx, segundo o autor do livro “Era Karl Marx Um Satanista?”, odiava todos os deuses; odiava qualquer conceito de Deus. Ele desejava ser o homem que iria expulsar Deus. O socialismo foi a isca utilizada para induzir proletários e intelectuais a aceitarem esse ideal demoníaco.

    Quando os soviéticos, em seus primeiros anos, adotaram o slogan “Vamos expulsar os capitalistas da terra e Deus do céu”, estavam simplesmente cumprindo o legado de Karl Marx.

    Leia a parte 2 aqui

    Leia a parte 3 aqui

    • tá amarrado.

    • Toda coluna da Loba é essa comoção
      Nunca vi alguem escrever TANTA BESTEIRA no mundo como essa mulher

      e o pior é que ela acha que tá abafando !!!

      mas ultimamente nem aquele séquito de “baba-ovo” fundamentalistas dão parecer positivo pros textos idiotas dela

      Ehh Marisa, tua moral ´ta cada vez mais baixa . . . . .

    • O que é isso Marisa ! A encrenca dele não era contra deus, era contra as religiões (principalmente a cristã, que escravizou por séculos a Europa), pois a máxima dele era “religião é o ópio do povo”, e não “deus é ópio do povo”. Stalin era do mesmo pensamento.

      • não adianta explicar, Marisa Loba é uma tapada total
        Só fala ( e escreve ) besteiras e mentiras
        lembro no blog dela uma vez, ela escreveu tanta mentira, que foi até processada
        ai foi correndo lá pra apagar o texto dela

        na minha opinião , ela tem problemas mentais
        só pode ser . . . . .

    • cala sua boca, voce nem me conhece
      sua crentelha dos infernos

    • não sou o stardust clamando
      sei que voce é apaixonado por ele e o vê em todos os lugares
      é como uma louca obsessão
      voce fecha os olhos ( ou nem isso ) e já imagina o stardust te agarrando por traz

      amor de pica é assim mesmo !!!

    • Vc. está redondamente enganado. Vc. não tem livre arbítrio para amar ou odiar, isso independe da sua vontade. Religião nenhuma pratica democracia. Religião é invenção dos homens, e homens não prestam;, logo, religião também não presta.

  • Muitos ideologistas hoje tentam manipular opiniões de forma a fazer a sociedade acreditar que o racismo e outras formas de preconceito nasceram dentro da igreja. Tentam imputar a nós, cristãos, os crimes cometidos […]

    • Nunca viu? A Klu Klux Klan faz o quê então? Eles usam a Bíblia para justificar o racismo. O mesmo fez a Igreja Católica: usaram a Bíblia para justificar a escravidão e o racismo.

      Darwin nasceu quando a escravidão já estava acabando. Não foi ele quem inventou o racismo, foi a Igreja Católica, e a Igreja Protestante por muito tempo assinou embaixo, basta ver o que ocorreu nos EUA.

  • Estamos sendo, de forma compulsória, engolidos por ideologias e, principalmente hoje, ideologias de gênero e de que drogas como a maconha fazem bem a saúde.
    O próprio nome ideologia já contradiz estes argumentos […]

  • O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) está ameaçando a jornalista Rachel Sheherazade, obrigando governo a tirar verba do SBT, em uma tentativa clara de amordaçar a imprensa. Nossa liberdade de expressão está sendo […]

  • Muitos me perguntam como atender e acolher o homossexual em nossas igrejas, como conviver com essa imposição normativa da homossexualidade e como falar a verdade de Jesus sem magoar ou ofender a pessoa do […]

  • MiniaturaNossas crianças estão cada vez mais indefesas, e as escolas, que visam formar academicamente nossos filhos, estão se tornando o local onde nossos filhos são compulsoriamente sexualizados precocemente.
    O que antes […]

  • Kaique foi apenas mais uma vitima de suicídio, que mata 26 brasileiros por dia. E ninguém quer falar no assunto. Querem apenas gerar polêmica e achar culpados.

    Casos de suicídio entre jovens cresceram 30% em 25 […]

  • O Brasil está vivendo uma das suas piores crises. Como acontece em todo o mundo, vivemos uma desumanização onde um animal ou uma planta tem mais direitos que um ser humano. As leis são muito severas quando se […]

  • A produtora Porta dos Fundos e alguns humoristas tem feito vídeos que chamam de “humor inteligente” usando de forma continuada temas cristãos. Eles alegam que estão exercendo sua liberdade de expressão e de […]

  • Vamos fazer um abaixo assinado contra a produtora “Porta dos Fundos” para impedi-la de continuar promovendo a intolerância religiosa, bem como a ridicularização da fé Cristã.

    Enviaremos para o Ministério […]

  • A civilização humana passou por inúmeras transformações sociais, políticas, religiosas e econômicas, de modo que se torna indispensável o estudo da história para compreender como estes processos ocorreram e como […]

  • MiniaturaCom o sepultamento da PLC122, que todos conhecem como a lei que queria amordaçar a igreja e promover uma verdadeira perseguição religiosa aos cristãos, muitos militantes ideológicos políticos de gênero (LGBTTS) […]

  • É inegável que a Declaração dos Direitos Humanos e os pactos internacionais de direitos humanos trouxeram mais dignidade e reconhecimentos das desigualdades sociais e colocaram, de certa forma, um freio nos […]

  • Carregar mais